Maria da Penha, lei das mulheres!

Oooi gente, tudo bem por ai? Espero que sim 🙂 .
Em comemoração ao dia da mulher, no post de hoje vou falar um pouco sobre MARIA DA PENHA MAIA FERNANDES. Sim, vou descrever um pouco da historia desta mulher de fibra, que depois de muita luta, conseguiu a criação da Lei nº 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha.
Farmacêutica bioquímica Maria da Penha conheceu seu agressor (marido) durante a sua pós-graduação na Universidade de São Paulo. Ao conhecê-lo, nunca imaginaria no que ele se transformaria mas tarde. Simpático e solícito no início do casamento, Marco Viveros começou a mudar depois do nascimento de sua segunda filha.
Em 1983, o marido tentou assassiná-la por duas vezes. Na primeira vez, com um tiro de arma de fogo, deixando-a paraplégica. Na segunda, ele tentou eletrocutá-la durante o banho.
Após essa tentativa de homicídio, a farmacêutica tomou coragem e o denunciou. Sob o abrigo de uma ordem judicial, Maria da Penha conseguiu sair de casa, sem que isso significasse abandono do lar ou perda da guarda de suas filhas. Além das limitações físicas, iniciou a sua batalha pela condenação do agressor.
A primeira condenação viria somente oito anos depois do crime. Mas Viveros conseguiu a liberdade. Inconformada, Maria da Penha resolveu contar sua história em um livro intitulado Sobrevivi… posso contar (1994), no qual relata todas as agressões sofridas por ela e pelas filhas.maria-da-penha
Por meio do livro, Maria da Penha conseguiu contato com órgãos internacionais, que juntos encaminharam, a Comissão de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos uma petição contra o Estado brasileiro, relativa ao emblemático caso de impunidade em relação à violência doméstica por ela sofrido.
No mês de outubro de 2002, faltando apenas seis meses para a prescrição do crime, Marco Viveros  foi preso. Cumpriu apenas 1/3 de sua pena a que fora condenado.
Depois de ter seu sofrimento conhecido em todo o mundo, é que Maria da Penha viu o Brasil reconhecer a necessidade de criar  uma lei que punisse a violência doméstica contra as mulheres.  Para ela, que se tornou símbolo desta luta, a Lei nº 11.340 significou dar às mulheres uma outra possibilidade de vida.
O caso de Maria da Penha foi incluído pela ONU Mulheres entre os dez que foram capazes de mudar a vida das mulheres no mundo.
No documentário o Silêncio das inocentes, mostra como se aplica esta Lei.
Esse foi o post de hoje, super diferente do que estamos acostumadas por aqui. FELIZ DIA DA MULHER, que a luz de Jah lhe proteja, bjks e até o próximo post ❤ .

Anúncios

2 comentários sobre “Maria da Penha, lei das mulheres!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s